Epis

Óculos de segurança: porque não abrir mão desse EPI?

óculos de segurança

Para uma empresa alcançar sucesso no mercado, não basta apenas oferecer um produto ou serviço de qualidade. É necessário, também, garantir boas condições ocupacionais para toda a equipe de trabalho, já que isso impacta diretamente a produtividade interna. Em vista disso, vale destacarmos a importância do uso dos Equipamentos de Proteção Individual (EPI), essencialmente aqueles que protegem a visão humana: os óculos de segurança.

Os óculos de proteção têm uma enorme variedade de aplicações. Isso porque, como há diferentes tipos de risco, são necessários distintos modelos para cada demanda

Sendo assim, preparamos um conteúdo esclarecendo tudo sobre a importância desse EPI, explicando quais são os principais tipos de óculos de proteção. Acompanhe!

A importância do uso dos óculos de segurança

Há vários postos de trabalho em que os colaboradores precisam desempenhar tarefas que contêm riscos biológicos, físicos, químicos, entre outros. Nesse contexto, quando esses riscos têm potencial para afetar os olhos dos colaboradores, o uso de um equipamento como os óculos de proteção torna-se indispensável, como destacaremos abaixo.

Risco biológico

É o risco ocupacional comumente enfrentando por pessoas que trabalham no setor da saúde, as quais, grande parte, atuam expostas aos resíduos orgânicos e outros tipos de fluidos contaminantes. Desse modo, os óculos de proteção ganham destaque nessa aplicação pelo fato de protegerem os olhos dos colaboradores ao contato com partículas biológicas nocivas, reduzindo as chances de infecções por bactérias e vírus.

Risco químico

Já o risco químico demanda uma proteção ocular extremamente eficaz, para evitar assim que os olhos fiquem irritados e/ou ressecados. Dessa forma, o uso dos óculos de proteção para quem realiza tarefas dessa natureza (setor de limpeza industrial, indústria química, ramo farmacêutico, laboratórios etc.) também passa a ser imprescindível.

Risco físico

Entre os riscos ocupacionais, o físico, sem dúvida, é o que mais aparece nos setores industriais (automobilístico, metalúrgico, alimentício, entre outros). Por isso, para todas essas demandas, em que basicamente há partículas sólidas em lançamento (sob risco de corte, perfuração e impacto nos olhos), a utilização de um óculos que garanta a adequada proteção também é essencial, o que evita lesões e preserva a saúde visual do colaborador.

Dessa forma, ao analisar a natureza dos riscos ocupacionais mais comuns na indústria, notamos que o EPI óculos de proteção precisa ser interpretado como um investimento, não um custo, uma vez que a sua importância se reflete na saúde e no conforto humano.

A escolha dos óculos de proteção ideal para a sua atividade

Após identificar de forma correta qual o tipo de risco que a empresa precisa neutralizar ou controlar, cabe ressaltar a relevância de observar alguns parâmetros para garantir a escolha correta dos óculos de proteção.

Conservação das lentes

Equipamentos com lentes manchadas ou com pequenas rachaduras não podem ser, de forma alguma, utilizados. Isso porque manchas na lente podem prejudicar a visibilidade do colaborador. Além disso, rachaduras são indicativos de que a resistência mecânica da lente contra impacto já está comprometida, o que inevitavelmente aumenta as chances de um acidente de trabalho.

Encaixe no rosto

Imagine um funcionário que precisa utilizar esse EPI durante oito horas por dia: é fundamental que o uso do óculos seja confortável para ele. Por isso, é interessante observar a forma de encaixe no rosto, verificando se está apertando demais ou se há folgas nas laterais.

Qualidade do EPI

Não é apenas a ausência de EPI’s que causa acidentes de trabalho. Equipamentos de proteção de baixa qualidade, infelizmente, também contribuem para aumentar os acidentes na indústria. Sendo assim, o setor de segurança do trabalho precisa ficar atento à qualidade dos produtos adquiridos, priorizando a compra de EPI’s em empresas com credibilidade no mercado e de confiança.

Tipos de óculos de proteção

Como destacamos acima, há variações nos tipos de óculos, conforme é a natureza do risco e as especificidades da equipe de trabalho. Em vista disso, confira abaixo quais são os principais tipos de óculos de proteção.

Óculos tradicional

Comumente fabricado em material policarbonato, é o tipo de óculos de segurança mais comum na indústria, já que ele pode receber diferentes tratamentos nas lentes (cores de acordo com a luminosidade do ambiente de trabalho, revestimento antiembaçante e anti-risco).

Óculos de ampla visão

Caracterizados, essencialmente, pela lente única (o que proporciona um campo de visão panorâmico), esse modelo é recomendado para atividades que concentram poeiras, por exemplo. Uma grande vantagem dele é o seu encaixe no rosto, uma vez que ele consegue oferecer uma boa vedação por meio do ajuste de elásticos.

Outro ponto que merece destaque nesse tipo de EPI é a cobertura na lateral dos olhos que o óculos de ampla visão proporciona, protegendo assim todas as áreas ao redor do olho.

Óculos de sobreposição

Os de sobreposição são utilizados pelos colaboradores que necessitam, primeiramente, do uso de óculos de correção (lentes com grau), ou seja, nesse caso, há a aplicação de dois óculos, um sobre o outro. Por isso, o modelo é caracterizado por ser maior, possibilitando ser sobreposto aos óculos de grau e, simultaneamente, realizar a devida proteção ocular.

Óculos com grau

Os óculos de proteção com grau são destinados àqueles que preferem alinhar segurança do trabalho com correção visual, já que o modelo desempenha com qualidade essas duas funcionalidades.

Desse modo, esse modelo é muito bem indicado para colaboradores que buscam corrigir seu campo de visão juntamente ao controle dos riscos ocupacionais. Tudo isso em um único equipamento de segurança, proporcionando mais conforto e comodidade.

Portanto, após entendermos mais sobre os principais modelos de óculos de segurança, percebemos que seja qual for o risco ou a condição do colaborador, sempre haverá uma forma correta de garantir a saúde e qualidade visual durante o desempenhar das tarefas. Além disso, vale ressaltar que para alcançar êxito na aplicação dos EPI’s é fundamental o seu uso constante, ou seja, se há risco, o uso por parte dos colaboradores deve ser obrigatório.

Está procurando por óculos de segurança? Então, conheça os óculos de proteção 3M e veja quais são as suas vantagens para a garantia da segurança do trabalho!

Comentários