Material elétrico

4 dicas para melhorar a eficiência energética na indústria

eficiência energética na indústria

Ao decorrer do anos, o consumo de energia elétrica tem crescido gradativamente no mundo todo. No Brasil, pelo menos 41% da utilização total é atribuída às empresas. Esse custo fixo, portanto, faz parte das suas despesas mais cruciais.

Em períodos em que o negócio se encontra em crise, as empresas tendem a buscar formas de reduzir os gastos com as despesas fixas. Isso porque, em vários momentos, a forma mais eficiente de maximizar os ganhos é com a diminuição dos custos operacionais. E é exatamente por isso que melhorar a eficiência energética na indústria é muito importante.

Pensando nisso, neste post, vamos falar sobre como aplicar melhorias na eficiência energética dentro das indústrias, dando dicas para que você consiga atingir os seus objetivos dentro do seu negócio. Boa leitura!

Como melhorar a eficiência energética da minha indústria?

É muito comum querer otimizar os gastos com a energia elétrica dentro do negócio, principalmente após perceber as vantagens obtidas com essa ação. Mas como fazer isso? Para solucionar essa dúvida e guiar você da melhor maneira possível, listaremos, a seguir, 4 dicas que, com toda certeza, vão lhe auxiliar nesse processo. Acompanhe!

1. Otimize a iluminação

Atuar diretamente na iluminação é uma forma fácil, mas muito eficiente, de minimizar os custos operacionais relacionados aos gastos de energia. Quando se faz um planejamento ou substituição da iluminação, é necessário levar em conta vários tipos de luzes, as condições de cada uma delas, a localização e outras questões que possam interferir diretamente no consumo de energia.

A substituição de toda a iluminação incandescente por fluorescente compacta ou LED em ambientes externos e internos é o primeiro passo a ser dado. Isso porque as lâmpadas fluorescentes conseguem ser até 4 vezes mais eficazes do que as incandescentes, e chegam a durar até doze vezes mais.

Para as luzes dos ambientes externos, usar um temporizador ou uma fotocélula é sempre bom. Isso serve para que as iluminações se desliguem automaticamente em horários fora do expediente ou quando não há a necessidade de estarem ligadas.

Já para os ambientes internos, ajustar os níveis de iluminação para cada necessidade é uma excelente maneira de disponibilizar apenas o necessário e evitar custos desnecessários. Isso pode ser feito com o uso de lâmpadas adequadas para cada cenário e com a utilização de um dimmer, permitindo o nível de iluminação ideal para cada ocasião.

Outra forma de otimizar a luminosidade é com o aproveitamento da iluminação natural. Isso pode ser feito de vários formas, como com o uso de coberturas transparentes e com a implementação de janelas que permitam a entrada de toda a luz vinda da parte externa.

Por último, temos a instalação de sensores de presença, que atuam basicamente detectando quando os ambientes estão ocupados ou não, desligando totalmente a iluminação caso não tenha nenhuma pessoa no local.

2. Substitua os motores elétricos

A substituição dos motores elétricos na utilização de equipamentos mais eficientes não é apenas uma opção. Afinal, essas máquinas são multifuncionais, têm uma vida útil bem maior em comparação aos demais equipamentos e ainda contribuem para a redução de impactos ambientais, já que elas podem diminuir em até mais da metade o consumo de energia elétrica habitual do setor.

Também é bom ressaltar que o processo de modernização feito na indústria, com a substituição dos motores elétricos, pode se estender como uma ação crucial dentro do ramo da eficiência energética. Isso se deve pelo fato de os equipamentos geralmente serem os maiores culpados pelo consumo exacerbado, podendo ser responsáveis pelo gasto de até 40% de toda a energia elétrica do planeta.

3. Reveja as instalações elétricas

Grande parte de todo o desperdício da energia dentro de uma indústria é causado por suas instalações elétricas. Indústrias que são mais antigas podem estar com fiações parcialmente danificadas, o que pode gerar certas fugas de corrente, desequilibrando as fases.

É possível evitar isso com a realização de uma revisão geral de cada uma das instalações elétricas. O estado atual da fiação deve ser avaliado por técnicos em sistemas elétricos, os quais podem, após a avaliação, propor sistemas que sejam mais inteligentes, resultando em uma melhor e mais eficiente organização e distribuição dos componentes.

4. Aposte em um sistema de controle e monitoramento de proteção elétrica

Contar com um sistema de controle e monitoramento de proteção de energia é outro fator que pode influenciar muito na eficiência elétrica da indústria, principalmente quando é utilizado o sistema de comunicação Acti9.

Ao decorrer dos anos, inúmeras tecnologias de gerenciamento de instalações elétricas — que se resumem apenas a funções de mediação e motorização de disjuntores — foram desenvolvidas. Atualmente, por meio de um sistema de comunicação como o Acti9, é possível realizar um gerenciamento completo das instalações elétricas, estendendo-o para alguns dispositivos modulares de proteção, tais como mini-disjuntores e interruptores.

Esse sistema de comunicação é mais ativo e focado em uma dinâmica orientada para as funções de controle e monitoramento. Por isso, o Acti9 é uma nova referência de sistema modular.

Ao contrário dos outros painéis de distribuição comuns, ele não requer um número muito grande de cabos de comunicação, comando e energização, uma vez que o próprio sistema de comunicação pode ser integrado em qualquer arquitetura de gerenciamento. Essa conexão é feita por meio de cabos da linha Acti9, que resulta em um ganho de tempo de até 40% na montagem, além de evitar erros de instalação.

Como vimos, o processo de otimização da eficiência energética do planeta pode acabar se tornando uma tarefa difícil, caso a população não saiba muito sobre o assunto ou simplesmente não tenha uma referência muito certa para entender, ao menos, por onde começar.

Seguindo todas as dicas listadas neste post, e optando por produtos de qualidade, é possível conseguir ótimos resultados nessa busca por uma eficiência energética na indústria, chegando a uma solução muito mais positiva para o seu negócio.

Gostou deste post? Então, aproveite a visita e saiba mais sobre os condutores elétricos, além de aprender a escolher as opções ideais para a sua empresa!

Comentários