CFTV

Câmeras térmicas contribuem para a segurança.

Se pensarmos que a segurança é um conjunto de medidas visando à proteção de riscos, perigos ou perdas a pessoas ou objetos, devemos pensar neste conceito como um desafio permanente. Em tempos de guerras e pandemias, o investimento em segurança precisa ser redobrado, pois se em momentos de calmaria ela é tratada como uma rotina, nas tempestades torna-se um valor acima de qualquer outro. E todo cuidado é pouco.

Como tudo começou?

Foi com este pensamento de proteção à sociedade que o engenheiro Fu Liquan, nascido há 53 anos num pequeno vilarejo rural da China, Hangzou, fundou a Dahua Technology em um galpão abandonado, com um único objetivo: promover segurança para famílias, empresas e toda a sociedade. Desde o lançamento do primeiro DVR em 2002, a Dahua Technology se dedicou à inovação tecnológica e aumentou continuamente seu investimento em Pesquisa & Desenvolvimento, aplicando cerca de 10% de sua receita anual nessa área.

Hoje, é a maior empresa privada mundial na oferta de soluções de IoT inteligentes e como provedora de serviços, a Dahua Technology dispõe de soluções completas, sistemas e serviços de segurança de ponta para criar cada vez mais valor às operações em cidades e às organizações, gerando conforto e proteção para consumidores e cidadãos.

Como as câmeras térmicas protegem funcionários dos aeroportos e a população?

Como parte de sua missão com a sociedade, a Dahua Technology realizou doações pontuais (por período determinado) de câmeras térmicas para identificar a temperatura de passageiros em diversos aeroportos internacionais de países como China, Chile, Argentina e Colômbia.

As câmeras térmicas com capacidade de detecção de temperatura de grande número de pessoas simultaneamente, sem estabelecer contato físico, protege tanto funcionários dos aeroportos quanto demais passageiros, ajudando a minimizar a propagação do coronavírus e outras doenças contagiosas,

explicou Fábio Lopes, Diretor de Canais da Dahua Technology.

Os equipamentos foram fundamentais na identificação de potenciais pessoas infectadas, desde o envio do primeiro lote de câmeras térmicas para a área mais atingida da China, Wuhan, em 24 de janeiro. Os modelos usados foram as câmeras termais DH-TPC-BF3221-T, DH-TPC-BF5421-T e HBB-AHW.

Por tratar-se de uma tecnologia com inteligência artificial, no caso dos aeroportos, ela aprende a diferenciar pessoas de animais, por exemplo. Além disso, trabalha com rapidez, pois para medir a temperatura de cinco mil pessoas, seriam necessárias quatro horas e meia utilizando um termômetro convencional. Porém, com a câmera da Dahua Technology, a média é de cerca de 3 pessoas por segundos e 30 minutos no total.

Os dispositivos inteligentes da Dahua Technology trazem uma margem mínima de 0,3° Célsius de erro, sendo que a média das soluções do mercado é de 3° Célsius, o que pode fazer muita diferença na aferição da temperatura em pessoas. Sua aplicação pode ocorrer em conjunto da tecnologia chamada Black Body, a qual conta com um sensor conectado a um servidor que realiza a checagem da temperatura e envia a informação de maneira rápida e eficaz.

Outras contribuições.

A detecção térmica por imagem já foi amplamente utilizada para o rastreamento da temperatura corporal para conter o vírus SARSe (em 2002) e o surto de Ebola (em 2014). Além disso, a tecnologia de imagens térmicas é usada por agências policiais e militares ao redor do mundo, incluindo ainda o corpo de bombeiros nos Estados Unidos.

A aplicação das câmeras térmicas também ocorre no setor de óleo e gás, mineração, energia, agricultura e pecuária, incluindo amplamente todos os mercados, para a proteção física de bens e ativos.

Confira nossa linha de câmeras de segurança à venda em nossa loja online.

Fonte: Redação Dahua Technology.

 

 

Comentários