Datacom

Ataques cibernéticos: como proteger sua empresa das ameaças digitais

Ataques cibernéticos

Não é apenas no mundo real que encontramos perigos: na internet, existem diversas atividades ilícitas realizadas por criminosos que podem colocar em risco a segurança de várias empresas e dados.

Neste texto, você conhecerá alguns dos ataques cibernéticos mais utilizados, e aprenderá formas de manter a sua empresa segura e os seus funcionários preparados para lidar com adversidades nessa área. Confira!

Quais são os principais tipos de ataques cibernéticos?

Ninguém está seguro de sofrer ataques cibernéticos: pessoas e, principalmente, instituições podem se tornar alvo de hackers para roubar informações ou sequestrá-las.

Por isso, a seguir, conheça os principais tipos de ataques cibernéticos!

Vírus

Um dos modelos de ataques mais comuns é a veiculação de vírus. Em redes sociais da empresa, e-mails ou outras plataformas, pessoas mal intencionadas começam a enviar de forma massiva ou frequente diversos links com potenciais vírus.

Ataques hacker

Esse é outro modelo de ataque cibernético mais direto e direcionados às empresas. Nele, o hacker (ou um grupo deles), procura por fraquezas nas infraestruturas de redes de segurança dos servidores e nos arquivos das instituições.

Espionagem

Engana-se quem pensa que os hackers fazem questão de serem notados: em muitos casos, o objetivo principal não é causar danos diretos à empresa, mas espioná-la para coletar informações secretas que possam ser repassadas a concorrentes, por exemplo.

Uma vez dentro do sistema da sua empresa ou em posse dos seus dados, os hackers poderão realizar diversas atividades ilegais, como pedir um “resgate” em dinheiro para devolver as informações roubadas, apagá-las, vendê-las para concorrentes etc.

Ataque DDoS

No ataque DDoS (Distributed Denial of Service), são compartilhados pedidos de pacotes para várias máquinas da empresa, fazendo com que elas tenham problemas em processar todos os pedidos, sobrecarregando o servidor e o tornando indisponível.

Esses pedidos de pacotes podem ser vários acessos simultâneos a um site ou inúmeros pedidos falsos de compra na loja virtual da instituição. Como a empresa não estava preparada para lidar com esse alto volume, mesmo as que contam com sistemas mais robustos, o servidor acaba caindo.

Nesse caso, não ocorre uma invasão pelos autores do ataque. Essa situação resulta em dor de cabeça para a equipe de TI, além de possíveis prejuízos, já que o site não poderá ser acessado por pessoas que realmente queiram interagir com a sua empresa.

Por isso, é importante levar a segurança digital da sua instituição muito a sério, para evitar que esses ataques cibernéticos sejam bem-sucedidos.

Como se proteger e garantir a segurança da sua empresa?

Garantir a segurança das informações online da sua empresa não é uma tarefa difícil, porém necessária para evitar dores de cabeça e prejuízos futuros. Separamos algumas dicas que podem ser aplicadas hoje mesmo na sua instituição para torná-la mais segura digitalmente. Confira!

Use senhas seguras

Diversos programas e sistemas permitem a aplicação de senhas como uma barreira de segurança, evitando que pessoas não autorizadas tenham acesso a eles. No entanto, elas podem ser descobertas, caso sejam muito fracas ou se forem compartilhadas livremente.

Uma senha forte precisa ter uma combinação de letras maiúsculas e minúsculas, caracteres especiais e números. Além disso, ela deve ser dita ao mínimo de pessoas possível, bem como não ser utilizada em vários programas ou sites.

Oriente seus funcionários

Apenas investir em serviços de segurança de ponta não ajudará a proteger as suas informações, se os seus funcionários não estiverem alinhados com esse objetivo.

É importante que eles aprendam boas práticas de segurança na internet, como evitar cair em “pishing”, uma prática utilizada por criminosos para incentivar usuários a clicar em links suspeitos.

Tenha uma política de segurança

Criar uma política de segurança é estabelecer um conjunto de regras e boas práticas para que os dados sigilosos da empresa permaneçam a salvo. Informações sobre o gerenciamento de senhas e sites que podem ser acessados nos computadores podem fazer parte desse grupo.

É importante sempre revisar a política de segurança adotada pela instituição, já que novos modelos de crimes cibernéticos podem surgir a qualquer momento — e a sua empresa precisa estar preparada para evitá-los.

Faça backups em nuvem

Realizar backup é uma maneira eficiente de evitar que os arquivos sejam perdidos em caso de uma infecção por vírus, de problemas nos computadores ou por um apagamento acidental.

O backup em nuvem ainda é uma alternativa mais segura, já que as informações não são armazenadas em um espaço físico, mas em um servidor online que poderá ser acessado a qualquer momento e de qualquer lugar.

Proteja a rede interna

Além de tomar cuidado com a entrada de vírus nos computadores, também é importante se atentar à rede Wi-Fi ou outro modelo de internet utilizada, já que esse também é um local de entrada para hackers.

Uma forma de fazer isso é investindo em servidores de firewall, que aplicam uma política de segurança dentro de um determinado ponto de rede. Assim, é possível fazer uma espécie de fronteira entre os dados recebidos via internet e o computador, filtrando o que está sendo recebido pela máquina.

Peça para os seus funcionários tomarem cuidado com os arquivos que serão instalados, assim como nos links em que clicam. Mesmo com essa barreira, vírus mais potentes podem se camuflar e conseguir chegar até os computadores.

Mantenha os programas atualizados

Os principais softwares de segurança e de utilização contínua na sua empresa precisam estar sempre atualizados — e não apenas os antivírus presentes nos computadores da instituição.

Isso auxilia no ganho de produtividade, por experimentar novos recursos, mas também ajuda a manter as suas bases protegidas de novas ameaças que surgem todos os dias na internet.

Mantenha ativada a opção de fazer essas atualizações automaticamente pelos computadores. Mas, caso não seja possível, peça para a sua equipe de segurança ou TI realizar esse procedimento em todas as máquinas periodicamente.

E então, está preparado para proteger a sua empresa, bem como os seus funcionários, dos ataques cibernéticos? Garantir a segurança dos seus dados no mundo online permitirá que a sua equipe trabalhe de maneira mais tranquila, além de ser algo visto com bons olhos pelo público.

Gostou do texto? Então, siga- nos nas redes sociais e confira os nossos conteúdos exclusivos. Estamos no Facebook, no Instagram e no LinkedIn!

Comentários