Respirador tipo concha: como escolher e o que levar em conta?

Respirador tipo concha: como escolher e o que levar em conta?


Os respiradores compõem a categoria de equipamentos de proteção respiratória. Entre as opções mais conhecidas, está o respirador tipo concha que, como todo produto de uso individual, exige alguns cuidados para desempenhar seu papel com eficiência.

Essas peças faciais são utilizadas para proteger o trabalhador da indústria, evitando a inalação de partículas contaminantes presentes no ar de diversos ambientes. Neste artigo, vamos abordar as características do modelo concha, as suas indicações e os cuidados envolvidos na escolha do produto. Acompanhe!

O que é respirador tipo concha?

Trata-se de um respirador descartável que, devido ao formato característico, passou a ser chamado de concha. É considerado uma Peça Facial Filtrante (PFF) e compõe a lista de principais EPIs utilizados na indústria.

Sua função é proteger o usuário contra a inalação de contaminantes particulados (névoas, poeira e fumos) que possam provocar doenças ocupacionais. Além disso, é eficaz na redução de odores incômodos.

Para saber se o modelo é o mais adequado, é importante identificar os tipos de partículas presentes no ambiente de trabalho. Isso deve ser feito com base no Programa de Proteção Respiratória (PPR), um conjunto de medidas práticas e administrativas desenvolvidas antes da adoção de qualquer equipamento.

Quais são as opções de respiradores?

O respirador tipo concha é descartável e, conforme o NBR 13698, está disponível em duas classes: PFF 1 e PFF 2. Como atendem às necessidades específicas, os modelos têm indicações diferentes, que devem ser determinadas a partir da condição encontrada dentro da indústria. São elas:

  • PFF 1: serve para poeira e névoas;
  • PFF 2: usado para evitar poeira, névoas e fumos metálicos.

Outros respiradores

Há outros modelos no mercado, como é o caso do respirador tipo aura. Disponível nas classes PFF 1, PFF 2 e PFF 3, sua função é proteger contra diversos particulados, como névoas, fumos, poeiras e partículas altamente tóxicas. Também conta com a válvula cool flow, além de um sistema que evita o embaçamento dos óculos de segurança.

Quais são os cuidados necessários?

Os respiradores são aliados do trabalhador da indústria porque evitam o contato com substâncias que causam irritações, indisposições e problemas de saúde. Cabe destacar, porém, que esses equipamentos têm limitações de uso, ou seja, devem ser empregados apenas para a proteção contra contaminantes específicos e em até certos níveis de concentração.

Veja, a seguir, os principais cuidados necessários ao se tratar desses aparelhos!

Uso

Quem utiliza um respirador tipo concha sempre deve verificar a vedação do item. Em alguns casos, pode haver falhas devido a problemas de encaixe na face do trabalhador. Fatores como formato do rosto, presença de pelos faciais (barba, costeletas longas, cavanhaque) e cicatrizes podem interferir na vedação do respirador e deixar o usuário desprotegido.

Para evitar esse risco, é importante checar a adaptação da peça por meio de um Ensaio de Vedação (Fit Test). Ele é feito com a ajuda de um equipamento que faz a contagem de partículas dentro e fora do respirador, a fim de comprovar se o modelo é adequado (ou não) ao usuário. O ensaio pode ser qualitativo ou quantitativo e deve ser realizado anualmente.

Ao colocar o respirador no rosto, o trabalhador deverá posicionar o elástico inferior na região do pescoço e o elástico superior atrás da cabeça, de modo que fique acima das orelhas. Em seguida, basta localizar o clipe nasal (presente na parte superior da peça) e apertá-lo para que se ajuste ao contorno do nariz.

Troca

O respirador tipo concha é descartável, mas isso não significa que possa ser usado apenas uma vez. A frequência de troca dependerá da concentração de partículas prejudiciais presentes no ambiente de trabalho. Se a quantidade for muito elevada, o usuário deverá substituir o equipamento diariamente.

A empresa é quem se responsabiliza por realizar a troca, orientando os funcionários em relação ao limite de uso de cada peça. O levantamento das condições do ambiente por meio do PPR é fundamental para determinar quanto tempo as pessoas poderão permanecer com o mesmo respirador.

Descarte

O equipamento é constituído, total ou parcialmente, de material filtrante. São várias camadas que retêm os contaminantes suspensos no ar. Com o tempo, as substâncias se acumulam na peça, fazendo com que perca sua eficácia e precise ser trocada por uma nova. Os respiradores descartados podem ser destinados ao lixo convencional. Isso porque as concentrações de contaminantes não prejudicam o meio ambiente.

Como escolher o modelo mais adequado?

O respirador tipo concha 3M tem uma boa estrutura e é muito aceito no mercado, além de ser considerado um dos mais antigos. Isso explica porque todos os segmentos utilizam esse material.

O que o Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho (SESMT) deve avaliar é o tipo de contaminante presente e a concentração. Se for particulado, o respirador em concha pode ser empregado. Tudo varia conforme o PPR de cada empresa e quem define o uso são os técnicos e engenheiros de segurança.

Confira algumas considerações que podem ajudar no momento de escolher o produto adequado.

Avaliar os diferenciais de cada marca

Bons equipamentos contam com diferenciais que melhoram a experiência dos usuários. Portanto, é interessante comparar as características presentes em produtos de diferentes marcas, a fim de encontrar a opção ideal.

Respiradores que contam com válvula cool flow, por exemplo, proporcionam mais conforto durante o trabalho, aumentando a produtividade. Isso porque, como dito, eliminam o ar quente rapidamente. Essa característica também prolonga a vida útil de cada peça, já que há menos calor e umidade para “entupir” os microfuros do equipamento.

Fazer o ensaio de vedação facial

Um respirador só será eficiente se tiver a capacidade de proteger as vias respiratórios do trabalhador. Por isso, antes de escolher um modelo, é fundamental fazer o ensaio de vedação (fit test) em um centro técnico especializado.

São ambientes utilizados para a realização de testes de produtos, a fim de verificar se determinada peça se adapta a todos os usuários. Após a escolha, cabe à empresa oferecer treinamentos aos funcionários, acompanhar o desempenho dos equipamentos e definir o momento do descarte.

Contar com um bom fornecedor

Outro ponto fundamental para a obtenção de equipamentos de qualidade é buscar fornecedores de confiança. O parceiro escolhido deve trabalhar com boas marcas e com produtos que ofereçam boa vedação, além de filtros eficientes.

Cabe destacar que os respiradores devem ter o Certificado de Aprovação (duração de 5 anos) válido pelo Inmetro. A escolha é baseada nas normas técnicas brasileiras. Após esse processo, a empresa passa a receber visitas do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).

O que um fornecedor de qualidade deve ter?

Algumas características definem um bom fornecedor de respiradores. Primeiro, é importante que a empresa disponha de um portfólio completo, com variedade de EPIS conceituados. A certificação ISO 9001, bem como o apoio de uma equipe capacitada e disposta a dar o suporte necessário aos clientes, também fazem a diferença.

Tenha em mente que os melhores fornecedores mantêm parcerias estratégicas com as maiores marcas mundiais de EPIs e podem entregar produtos adequados ao que você procura. Portanto, vale apostar no contato com empresas reconhecidas, a fim de obter melhor desempenho, produtividade e segurança na indústria.

Agora você sabe para que serve o respirador tipo concha e pode aproveitar todos os seus diferenciais enquanto protege a saúde dos trabalhadores. Para ter sucesso no uso, lembre-se de realizar treinamentos constantes, orientar os funcionários quanto aos riscos do ambiente e fazer a substituição dos EPIs no tempo certo.

Está à procura de respiradores específicos? Então entre em contato conosco para conhecer as opções disponíveis e as indicações de cada modelo!

 

 

Escrito por:
Dimensional
Administrador do Blog Dimensional


Tags

Categorias

Arquivos

Deixe o seu comentário!

Os comentários estão com moderação e será liberado o mais breve possível.

* Os campos são obrigatórios. Por favor, insira suas informações no caminho certo, na área de texto principal, deixe seu texto de comentário ou responda.